Redome é indicado a prêmio internacional

Os doadores de medula inscritos no REDOME foram agraciados com uma indicação honrosa ao prêmio por originalidade, oferecido pelo WMDA (sigla em inglês da Associação Mundial de Doadores de Medula Óssea). O programa, gerenciado pelo INCA/Ministério da Saúde com gestão administrativa e de tecnologia pela Fundação do Câncer, é fundamental para o sucesso dos transplantes. Neste ano, a chamada para a atualização de cadastros de medula, que possibilita encontrar um doador compatível, através de seus dados de contato inseridos no sistema do REDOME, mobilizou muitos deles, que postaram vídeos animados em redes sociais.

O resultado, além do objetivo da atualização de muitos cadastros, foi a indicação. “É algo que nos deixa felizes, uma forma de homenagear nossos doadores e celebrar o sucesso da campanha e das parcerias”, destaca Luiz Augusto Maltoni, diretor-executivo da Fundação do Câncer.

“No Brasil, o suporte técnico e administrativo na gestão do REDOME fica a cargo da Fundação do Câncer. Ficamos bastante animados com a campanha, pois num ano difícil por causa da pandemia, além de manter o funcionamento da estrutura, pudemos fazer essa comemoração pelo dia do doador de maneira interativa e original. Os vídeos foram muito criativos”, completa Maltoni. A Fundação do Câncer aproveita para lembrar que as atualizações de cadastros podem ser feitas em www.redome.inca.gov.br.

Os vencedores do WMDA serão conhecidos em março de 2021.

O post Redome é indicado a prêmio internacional apareceu primeiro em Fundação do Câncer.

Fonte | Clique aqui