Bayer pagará até US$ 10,9 bi para encerrar processos ligados ao Roundup



A farmacêutica e produtora de pesticidas alemã acertou os termos de um acordo com cerca de 75% das pessoas que estão contestando as ações do produto


A Bayer fechou um acordo de até 10,9 bilhões de dólares para encerrar processos nos Estados Unidos relacionados a alegações de que o herbicida Roundup causa câncer, resolvendo –após mais de um ano de negociações– uma disputa que afetou as ações da companhia.

A farmacêutica e produtora de pesticidas alemã acertou os termos de um acordo com cerca de 75% dos atuais reclamantes, o que envolve cerca de 125 mil alegações já protocoladas ou cujos processos não foram iniciados, disse a empresa em comunicado nesta quarta-feira.

Os casos com acordo fechado representam cerca de 95% dos que estavam prontos para ir a julgamento, acrescentou a companhia.

“O acordo sobre o Roundup é a ação correta no momento certo para a Bayer, colocando ponto final em um longo período de incerteza”, disse o presidente-executivo da Bayer, Werner Baumann.

A empresa acrescentou que fará pagamentos de 8,8 bilhões a 9,6 bilhões de dólares para encerrar os atuais litígios relacionados ao Roundup –incluindo uma provisão que deve cobrir alegações não solucionadas– e de 1,25 bilhão de dólares para um acordo à parte para potenciais processos futuros.



3883948

Fonte